Beauty Boxes no Reino Unido

glossybox-470x260

Novo layout para um ano novo do blog. 😀 E aí, gostaram? Achei mais friendly esse aqui. Mas me digam o que acharam nos comentários.

Bom, como eu já disse em outro post adoro acompanhar outros blogs de moda e beleza daqui da Europa e também do Brasil. Ultimamente, tenho visto que está uma febre uma tal de Glambox, que é uma caixinha cheia de produtos de beleza que chega todos os meses para as assinantes. O preço no Brasil é aproximadamente 50 reais mensais.

Para falar bem a verdade, eu já tinha ouvido falar, mas nunca tinho ido atrás para saber o que era. Achei muito legal essa nova maneira de experimentações de produtos. Me interessou muito porque trabalho com marketing e tudo que se relaciona com novidades nessa área vou atrás. Além disso, me interessou também como consumidora. Pensa. São vários produtos de tamanhos diversos (amostras, miniaturas e tamanhos originais), de diversos preços e variedades, que você tem acesso todos os meses por um preço fixo. Bom demais, né?!

Mas aí eu pensei que isso aí deve ser exclusividade brasileira e fui atrás para saber como funciona aqui no Reino Unido. E aí descobri que aqui não tem só uma opção, tem várias!! Em geral, o processo é o mesmo da versão brasileira. Você faz uma assinatura das caixinhas, que pode ser desde mensal até anual, recebe em sua residência alguns produtos de beleza (em média 5) de acordo com um perfil que você define no início do processo, e acumula pontos para trocar por produtos que gostou no respectivo site.

Existem algumas variações, nas quais você não precisa assinar, mas apenas escolhe qual caixa você quer comprar e não tem nenhum tipo de fidelidade. Os preços não se diferenciam muito um do outros, em geral o custo mensal é de 10 libras, o que eu acho bem aceitável pelos produtos que vi nas edições anteriores.

Eu ainda não assinei e nem testei. Portanto, não posso fazer nenhum julgamento, mas fiz uma pesquisa e vou dividir com vocês as empresas que atualmente oferecem esse serviço. Mas fala aí, com certeza isso seria um ótimo presente de Natal, não acham?! #ficaadica rs

Birchbox: Minha preferida so far! Achei que os produtos dessa aqui são mais conhecidos e mais variados, sabe? Mas aqui me parece que são mais amostras mesmo e poucos produtos no tamanho original.
Preço médio: 10 libras + 2,95 de frete

Glossybox: Essa é a que mais se parece com a versão brasileira, a Glambox (até o nome!). Também são 5 produtos de beleza mais uma revista com descritivos sobre os produtos. Li por aí que essa caixinha já foi melhor…
Preço médio: 10 libras + 2,95 de frete

BeTrousse: Essa aqui é diferente, porque não precisa assinar. Você entra no site, escolhe qual caixa te interessa e compra. Mais democrático, né? E outra vantagem é que todos os itens são full-size, ou seja, vão em tamanho original, mas você paga bem mais barato do que se fosse na loja comprá-los. Esse mês, por exemplo, tem caixa com 3 a 6 produtos.
Preço médio: 10 libras + 2,95 de frete ou a opção luxuosa que é 19 libras

Latest in Beauty: Outra que não precisa de se inscrever, mas são mais amostras de produtos de beleza de luxo que você recebe em casa para testar. Além disso, todos os meses eles montam caixas temáticas. Esse mês tem uma da revista Glamour, por exemplo, por 14,95 libras. Pelo o que olhei lá, vale bem a pena, viu?
Preço médio: De acordo com a caixa que será escolhida.

Girls, enjoy!! E se gostou do blog, curte lá no Facebook a fan page do blog. :*

Cheers!! xxxx

 

O Natal já invadiu a Inglaterra

Imagem

Gente, tem época mais linda que o Natal? Ruas enfeitadas, muitas luzinhas pelas casas, encontrar as pessoas queridas… Se no nosso país querido já é legal, imagina aqui no Reino Unido que é muito mais próximo daquele Natal que conhecemos nos filmes. Sensacional! Lembrando que temos previsão de neve vindo antecipadamente por aí. Imagina Natal com neve! Tudo de bom!! Frio, mas lindo. Sim, podemos suspirar e dizer que parece um filme…rsrs 🙂

Tenho que confessar que estou animada desde que a prefeitura aqui da minha cidade, Northampton, colocou os pinheiros enormes nos pontos turísticos e espalhou enfeites pelas ruas. As luzes nem estão ligadas ainda, mas estou parecendo criança, porque todo dia quando escurece vou lá ver se acendeu…hahaha  Isso porquê ainda estamos em novembro, viu?! Pois é, mas Natal aqui começa cedo mesmo. Marketing, baby! Natal também é bem relacionado à vendas. Quanto antes se começa a falar sobre ele, mais as lojas vendem. Mas vamos esquecer esse ponto. rs

Tem muitos eventos e festivais que celebram essa data aqui no UK. Então, se você é fã de Natal como eu e já quer entrar no clima natalino (mesmo um mês antes do Natal!), separei algumas dicas bem legais do que está acontecendo ou vai acontecer em Londres.

EVENTOS E ATRAÇÕES:

Hyde Park Winter Wonderland
O que? O maior e mais famoso evento natalino de Londres. ❤
Onde? Hyde Park
Quando? 23 Nov – 5 Jan
Quanto? Cada atração tem um preço diferente e em algumas datas é mais barato ir. Passa lá no site e confira todos os preços e atrações.

Taste of Christmas
O que? Os melhores restaurantes e chefs de Londres se reuniram para preparar o melhor festival gastronômico dessa época.
Onde? Tobacco Dock
Quando? 21-24 Nov
Quanto? De £23.65 à £64

The Chocolate Festival
O que? Nem precisa falar mais nada, né? Só o próprio nome já descreve a delícia que é o festival…Nhamy!
Onde? Southbank Centre Square (Atrás do Royal Festival Hall)
Quando? 13-15 Dez
Quanto? Entrada franca. Só paga o que come. Meninas, preparem os pounds. rs

MERCADOS NATALINOS:

Covent Garden Christmas
O que? O famoso mercado de Covent Garden se transforma no Natal. Neste ano, tem uma criação especial do LEGO e renas ao vivo. Santa fofura!
Onde? Covent Garden (Of course!)
Quando? 9 Nov – 21 Dez
Quanto? Entrada franca.

Southbank Centre Christmas Market
O que? Outro lindooooo mercado natalino em Londres, mas esse é inspirado no Natal alemão. Interessante, né?! O pessoal anda dizendo por aí que tem um crêpe de Kinder Bueno que é fantástico. #ficaadica
Onde? Queen’s Walk, ao lado do Rio Tâmisa (London Eye até a Waterloo Bridge)
Quando? 13 Nov -24 Dez
Quanto? Entrada franca.

ONDE PATINAR NO GELO? (Ohmm! Muito amor!!)

ONDE TIRAR FOTOS INCRÍVEIS?

Além dos mercados natalinos em Covent Garden e no Southbank Centre, vale a pena ir:

  • Oxford Street
  • Árvore de Natal da Trafalgar Square (a partir do dia 5 de dezembro)
  • Bond Street
  • Marylebone
  • Loja de brinquedos Hamleys
  • Old Spitalfield Market, próximo à estação de metrô Liverpool Street (a partir do dia 23 de novembro)
  • Carnaby Street
  • Regent Street

Claro que não dá para ir em tudo, mas não deixe de visitar. Afinal, não é todo dia que temos a oportunidade de estar por aqui nessa época tão linda! Enjoy! 😉

OBS: Vou tirar umas fotos em Londres de como está a cidade e depois posto aqui.

Gostou do post? Então vamos divulgar. Curte lá no Facebook a fan page do blog e compartilha, bem! :)

Cheers!! xxxx

Escrevendo (in English!)

13-tips-words-cloud1

Pessoas queridas,

Primeiramente, mil desculpas pelo meu sumiço. Não é falta de comprometimento com o blog, mas estou muito focada na minha faculdade agora, porque tenho muita (mas muita mesmo!) coisa para entregar até o final no meu semestre, que aqui na Inglaterra é em janeiro. Os prazos estão aí! Parece mentira, mas já faz quase um ano que vim pra cá. É um clichê (I know!) mas esse ano voou, né?! Infelizmente, porque tenho que dizer que morar na Inglaterra não é nada mal…rs 😉

Como estou SUPER na loucura ainda, passei rapidinho para dizer que meu projeto ainda continua vivo. Também estava aqui pensando que, assim como eu, têm muita gente por aí que está fazendo faculdade, mestrado ou doutorado aqui no UK (viva o Ciência sem Fronteiras! rs). Como inglês não é nossa primeira língua, a gente passa certo aperto para escrever perfeitamente em inglês, não é? Então, para ajudá-los segue abaixo alguns links mega úteis que utilizo quando estou escrevendo meus assignments, essays ou até a monstruosa dissertation.

BBC Learning English: Esse site é muito bom para aqueles que estão aprendendo e também para as pessoas que já sabem falar inglês, mas estão em busca da perfeição. rs Vale a pena a visita.

Linguee: É um tradutor bem mais inteligente que o Google Tradutor.

bab.la: Dicionário online para mais de 24 idiomas. Muito completo!

Polish my Writing: O SALVADOR! Esse site é sensacional, porque corrige sua frase ou texto apontando até erros de concordância verbal.

Thesaurus: Aqui você acha os sinônimos e antônimos em inglês. Também tem dicas legais sobre CV, cover letter e trabalhos acadêmicos.

Michaelis: Como minha mãe diz, o famoso “pai dos burros” que me salva muito quando tem umas palavras cabulosas em português, inglês, espanhol, etc. Mais velho que a minha avó, mas continua salvando a galera.

My memory: Outro tradutor no estilo do Linguee.

Gostou, bem? Então, salva aí nos seus favoritos que se você não precisa agora, um dia vai precisar. 🙂

Se você gostou, curte lá no Facebook a fan page do blog e divulgue para os amigos. :)

Cheers!!

Tudo por 5 libras!

Imagem

Quem não adorava aquelas lojinhas de R$ 1,99 há alguns anos atrás quando vendiam tudo (mas tudo mesmo!) por só R$ 1,99? Eu amava! Você já entrava sabendo exatamente quanto é cada objeto que está sendo vendido ali. Super! Agora imagina se você tivesse uma loja seguindo esse mesmo conceito, mas que vendesse roupa, sapato, bolsa e acessórios? Imaginou? Pois é, isso existe aqui no Reino Unido. Pausa para o pulinho de felicidade! 😀

Por acaso, fuçando em alguns blogs e no querido Google, descobri duas lojas online que vendem roupas e assessórios por 5 libras (Bargain!). Uma delas é o Everything 5 Pounds. Essa é minha preferida, porque tem muito mais variedade e todos os dias (inclusive sábado e domingo) tem novidade no site. Por ser um site mais conhecido aqui, no UK, os lançamentos mais populares são bem concorridos e acabam, muitas vezes, em questão de minutos. Então, vou te ensinar qual é o “esquema” para conseguir comprar nesse site aquela jaqueta ou sapato, por exemplo, que você se apaixonou e não quer perder a oportunidade de pagar só 5 libras por ele. rs

Primeiramente, eu indico que curta a fan page do site. Diariamente, eles postam as fotos dos produtos que serão colocados no site no dia seguinte. Geralmente, as fotos são postadas no Facebook no final da tarde aqui da Inglaterra, e os produtos são disponibilizados no site entre 11h e 12h (horário de Londres). Então, sempre dê uma olhadinha lá para saber se tem algo que lhe interessa. Fique atenta (o), porque botas, bolsas e casacos acabam num piscar de olhos. Portanto, se gostar de algo, já abra o site uns 10 minutinhos antes do horário previsto para lançamento das peças e clica em “New Arrivals“. Aí, querida (o) fique amiga (o) do botão F5 (rsrs), ou seja, atualize a página inúmeras vezes até as novidades entrarem no ar. Quando entrar, você já compra e paga o que quer sem demorar muito, porque, como eu disse, têm algumas coisas que acabam MUITO rápido e o estoque deles não é tão grande como de uma loja normal. Ah! Não deixe para fazer cadastro só quando tiver finalizando a compra, ok? Faça antes. O processo é meio tenso mesmo, mas vale a pena esse esforço pelo precinho. 😀

Já o Just 5 pounds é mais tranquilo de comprar, porque é menos conhecido e tem menos opções comparado ao outro site. Eles também postam na fan page do Facebook o que será lançado no site, mas a frequência de novidades não é diária como o Everything 5 Pounds. Entretanto, também vale a pena dar uma olhada, porque tem coisa bem legal. Aliás, os dois têm muitas roupas e acessórios bacanas, mas também têm aquelas peças não tão legais. de gosto e qualidade duvidosos. Ou seja, tem que pesquisar bem e olhar os detalhes da roupa, sapatos e tudo mais, afinal é uma compra online.

Vale lembrar que ambas ficam em Londres, mas enviam produtos para toda a Europa e a Just 5 pounds entrega mundialmente. O frete varia de acordo com sua localidade, tá?

Se você gostou, curte lá no Facebook a fan page do blog e divulgue para os amigos. 🙂

Cheers!!

As vantagens de ser estudante no Reino Unido

Imagem

Estudar no Reino Unido não é algo lá muito barato, especialmente neste ano em que a libra esterlina resolveu subir e nós, brasileiros, pagamos quase 4 reais por uma libra só. 😦 Sad but true! Mas ser estudante aqui tem suas vantagens.

Além dos benefícios óbvios (porque também temos no Brasil), como, por exemplo, desconto em passagem de ônibus, metro e trem, há também alguns descontos oferecidos aos universitários que ajudam muito a poupar uns pounds para tomar aquela pint no final de semana. 🙂 E mesmo se você é rico ou tem uma mega bolsa de estudo (good for you!), vai gostar de saber disso. Afinal, que brasileiro não gosta de um descontinho?! rs

Primeiramente, eu preciso dividir uma dica que foi repassada por um amigo meu e me faz mais feliz. rs Você sabia que se você comprar um dos combos do McDonald’s (Ex.: Big Mac + Batata frita + Refrigerante) e você apresentar sua carteirinha de estudante da Inglaterra dentro da data de validade e com foto (claro!), você pode pedir um hamburguer ou um sorvete GRÁTIS? Pois é. 😀 Eles não divulgam isso, obviamente, mas é só você mostrar a carteirinhas após o pedido, escolher entre o sanduíche ou o sorvete e eles vão te dar. Eu faço isso há meses aqui onde moro e em também em outras cidades da Inglaterra, e nunca deu errado. 🙂

Outra dica é o site Unidays, no qual você pode se cadastrar e passar a receber e-mails semanalmente com dicas de onde você pode obter de 10% até 30% de desconto. O detalhe é que você tem que ser universitário, seja bacharelado, mestrado ou doutorado, para se associar. Eles têm muitos convênios com lojas e serviços bem legais, como, por exemplo, Waterstone (livraria), Asos (moda), Urban Outfitters (moda) e Dune London (sapatos). Em geral, as ofertas são por tempo limitado, então fica esperto com a duração da promoção, ok?

Para as compras online, você precisa de um código, mas para as compras em loja física é necessário que você baixe o aplicativo gratuito da Unidays no seu iPhone ou Android, insira seus dados, e apresente no momento do pagamento, como mostra a foto abaixo. Se você indicar seus amigos e eles se cadastrarem também, você pode ganhar alguns gifts. Ah! Vale também lembrar que não é cobrado nada pela associação no Unidays.

Imagem

Nessa mesma linha tem a carteirinha do NUS (National Union of Students). Eles também oferecem vantagens em compras serviços, mas vão além. Com o NUS Extra Card você tem descontos em baladinhas, restaurantes, pubs, salão de beleza, viagens e muitos outros. A lista é extensa e sugiro você dar uma olhadinha no site para conferir todas as ofertas do momento, porque, assim como na Unidays, a maioria delas tem prazo determinado. Apesar de oferecer maior diversidade de descontos, na NUS cobra uma taxa anual de 12 libras pela carteirinha. Acho o valor bem razoável pela quantidade de vantagens. O prazo máximo de validade do NUS Extra Card é de acordo com o seu tempo de estudo aqui no Reino Unido, portanto, se ficará 3 anos, a validade será de 3 anos e você terá que pagar 3 anuidades.

Para aqueles que pensam em adquirir eletrônicos, a Apple e a Dell entraram na onda e também oferecem descontos para estudantes e universitários. Sim, você não leu errado, é a Apple mesmo!! E até os i’s da vida, como iPad e iPhone, e alguns aplicativos têm umas libras a menos no preço final. Muito amor, né?! S2 Coloquei os links dos sites para estudantes nos respectivos nomes, tá?!

Se você aí tem alguma outra dica, compartilhe conosco. Espero que tenham gostado das dicas. E se gostou, curte lá no Faceebook nossa fan page e divulgue para os amigos. 🙂

Cheers!!

Uma marca que você precisa conhecer: RIMMEL LONDON

ImagemTem algumas marcas que vendem aqui no Reino Unido, mas que não são muito conhecidas no Brasil. Quando eu cheguei aqui pensei que seria legal desbravar esse mundo desconhecido e comecei a testar novos produtos. Algumas marcas eu amei e outras nem tanto. Uma dessas que amei (e muito) é a Rimmel London.

Com mais de 175 anos no mercado de maquiagem, essa marca britânica não tem esse nome à toa. Na verdade, a máscara de cílios é muito conhecida por muita gente no mundo todo (inclusive Brasil) como rímel, porque a primeira máscara de cílios industrial foi fabricada em 1834, por Eugene Rimmel, fundador da Rimmel London. E se tem uma coisa que até hoje esse pessoal sabe fazer bem é o tal do rímel, viu?!

Eu sou muito fã desse que tem a embalagem verde aí em cima na foto, o Scandaleyes Lycra Flex. Ele tem uma tecnologia desenvolvida com a Lycra que não deixa os cílios ficarem grudados após passar a máscara. Fantástico e com um preço ótimo (£6,99)! Dessa mesma linha tem também os esmaltes de gel Salon Pro Nail Colour with Lycra, que prometem durar até 10 dias e tem um pincel com maior precisão que ajuda quando você quer fazer aquele retoque básico quando o esmalte lasca (que ódio que dá, não é?!).

Outra coisa que gosto muito são os batons da Rimmel London, principalmente a coleção criada pela modelo Kate Moss (Diva!) e os da coleção 1000 Kisses. Os batons da Kate estão disponíveis em cinco cores incríveis. Dentre eles tem um vermelho divino (nº 111) que é o meu preferido (amo batom vermelho!) e o da Kate Moss também, tanto é que ela usa essa cor na campanha publicitária dos batons (veja abaixo). Os britânicos dizem que esse é o “classically British red lipstick“. 🙂 Notícia feliz: Além de ser lindo, tem uma ótima duração e precinho bom também (£5,49). Vou te falar que não deixa tanto a desejar para os da MAC não, viu?!

KateMossRimmelLipstickCampaign2

Já os batons da coleção 1000 Kisses são legais porque prometem durar 1000 beijos. Que eles realmente têm longa duração, OK, mas não vamos exagerar que dura esse tantão de beijos, né? rsrs Os batons parecem uma canetinha mesmo e grudam mais na boca quando enquanto você passa. Não tem um efeito tão molhado como os batons do mesmo tipo. O meu preferido é o Nothing but nude, que é um nude (óbvio!) que fica bem leve para usar durante o dia, ou para compor uma maquiagem mais pesada para a balada e não ter que ficar se preocupando em retocar o batom toda hora. Tudo de bom! 😀

70672011_H

E uma dica final sobre a Rimmel London é que os produtos que são lançamentos sempre chegam às lojas e farmácias com desconto. A intenção é lhe incentivar a testar as novidades. Bacana, né?! 🙂 E outra coisa legal é que na página do Facebook da Rimmel London sempre tem campanhas e promoções que distribuem os produtos. Então, curte lá!

A Rimmel London vende em todo canto no Reino Unido (Boots, Superdrug, internet…) e em outros países também, como USA, Portugal, Espanha, Austrália, Argentina, Canadá, França, Itália, Japão, Rússia, etc. Então, se você que está lendo vai para algum desses países, explore a marca e depois me conte o que achou, tá?! 😉

Cheers!!
Se você gostou, curte lá no Faceebook nossa fan page.

Mãos (e pés) de princesa

ImagemSe tem uma coisa que nós, brasileiras, gostamos é a tal da manicure, não é?! Eu amo de paixão. Para falar bem a verdade, sinto mais falta da minha manicure do que de muita gente no Brasil (rsrsrs). Sinto falta do ambiente de um salão de cabeleireiro, de ter uma fofa para conversar após um dia cansativo, das centenas de cores de esmaltes para escolher e, é claro, de como minhas mãos e pés saiam de lá perfeitinhos.

Se você é dessas e está vindo para o Reino Unido, tenho uma péssima notícia para te dar: você ficará orfã de manicure. É triste ser portadora dessa notícia, mas alguém tinha que lhe dizer que aqui a maioria das manicures são asiáticas e não conversam, que elas não tiram cutícula muito bem e o pior é que você tem que desembolsar, em média, 30 a 50 libras esterlinas para “fazer” as unhas do pé e da mão.

Eu, particularmente, acho esse preço bem salgado e não acho que a qualidade vale isso tudo. Por isso, confesso que assim como a maioria das brasileiras que veio morar no exterior eu mesma “faço” minhas unhas. Pra falar a verdade, eu já quebrava muitos galhos no Brasil mesmo, por isso tenho habilidade com alicate, palitinho e esmalte. Mas se você não tem, não se desespere, para tudo nessa vida há um jeito e uma primeira vez.

Primeiramente, antes de vir pra cá, monte um kit salva-vidas para suas unhas que deverá conter:

  • 1 alicate de unhas afiado (Não compre diretamente da farmácia, porque não vem tão afiado assim e aqui NÃO tem local para afiar, tá? Se você achar, será um milagre!)
  • 1 amolecedor de cutículas. Você pode substituir por um creme hidratante. Eu prefiro comprar o amolecedor, porque ele já tem na embalagem própria para aplicar só na cutícula e não vira uma meleca danada.
  • 1 palitinho de bambú para limpar o esmalte (Não é fácil achar aqui!)
  • 1 espátula para empurrar a cutícula
  • 1 óleo secante (Aqui não é fácil de encontrar também!)
  • 1 esmalte Renda da Risqué (Porque eu acho que não tem muitos esmaltes aqui que são tão básicos como esse 🙂 )
  • Seus esmaltes preferidos da Risqué e Colorama. Acredite, você sentirá saudades. Não sei porquê já que aqui tem milhões de marcas e cores de esmaltes, mas você irá… Deve ser bairrismo nosso. rs

Montado o seu kit, você parte para a segunda fase que é assistir alguns tutoriais no YouTube de como “fazer” as unhas. Selecionei um vídeo da Julia Petit que acredito que seja bem didático. Veja aqui o vídeo ou leia aqui a matéria (com fotos). E aí, flor, o negócio é praticar e não tirar a cutícula muito funda, porque isso é para profissional, tá?!

Se mesmo depois de praticar você e o amigo alicate não ficaram muito intímos, calma, porque há uma outra solução: Instant Cuticle Remover Sally Hansen. Esse produto  promete dissolver a cutícula em apenas 15 segundos e custa 7 libras esterlinas, em média. Eu já usei e ele realmente ajuda muito a diminuir a cutícula, mas não espere que saia totalmente se você tem uma picanha sob a unha, ok? Ele AJUDA, mas não faz milagre. 🙂 Acho esse produto MUITO legal para cuidar principalmente das unhas dos pés, que costuma ter menos pele e também é bem mais complicado pra “fazer”. Vamos conversar que exige um pouco de contorcionismo ficar tirando cutícula dos pés, ne?! rs Bom, faça o teste, depois me conte. Só não deixe o produto mais que 15 segundos, hein? Isso deixa a cutícula ressecada.

E se nenhuma das opções acima der certo, se joga na cultura européia, gata. Comece a usar unha postiça (bem popular na Inglaterra) ou deixa a vaidade pra lá e simplesmente deixe de “fazer” as unhas! Para falar a verdade, bem diferente que do que acontece no Brasil, aqui ninguém fica reparando se você está com as unhas bonitinhas ou não. Como eu já disse em outro post, vamos praticar o desapego dos nossos costumes brasileiros. Se você é vaidosa em qualquer lugar, independente do país (como eu), tente o DIY (do it yourself = faça você mesma), ou relaxa e use seu tempo livre para curtir as novidades da sua nova vida. 😉

Beijinhos! Cheers!!
Se gostou, curte nossa fan page no Facebook.